O desafio, o medo e a força

“Desafiamos nossa transformação ao decidirmos pela maternidade. Com ela nos perdemos em sentimentos de felicidade, de insegurança e de medo! Ansiedades tomam conta do bem-estar para que tudo seja perfeito…

E aí? Como fica? O que acontece? Se tudo que imaginamos sai diferente do que pensávamos? Minha segunda maternidade foi assim… fora de rota.

Na hora da notícia, uma dor aguda perfura a alma, as lágrimas são incontidas, olho no olho nos acalenta lentamente. De repente um outro olhar nos fortalece, surge uma força estranha. A maternidade nos transforma em montanhas intransponíveis quando se trata de filhos. Ser mãe é vencer desafios, atravessar obstáculos, derrubar rótulos e romper barreiras. Sobre a Síndrome de Down não tinha novidade, eu a conhecia das aulas de genética da faculdade, mas ser mãe de uma pessoa com a Síndrome era um grande mistério!

Ser apresentada ao desconhecido, as dúvidas e as incertezas criam uma avalanche que mesmo tentando sustentá-la, em algum momento desaba, nos derruba, passa por cima e nos deixa sem rumo à procura do norte. O tempo passa ao redor de cada um, que os delimita. O meu foi de uma única e interminável noite.

A esperança chegou muito forte, agarrei-me a ela com todas minhas forças, foi com ela que virei o dia seguinte! Descobrir caminhos, meios e formas de desenvolvimento, as poucas informações por vezes desanimava: esmorecer sim…desistir, Nunca! Adotei este lema para tocar nossas vidas.

Assim foi e é até hoje, parceiros de conquistas de novos desafios, de buscas de mesmos ideais de muita determinação. A cada desafio sempre juntos para enfrentá-los. Ter estimulado e oferecido oportunidades, ter acreditado em seu potencial sem diferenças e desigualdades é o que tornou possível ser a pessoa que é. Sua educação foi pautada na de um cidadão com direitos e deveres, com oportunidades para ser …”

– Por Claudio Aleoni Arruda.

C om ele desenvolvi a transformação de muitos sentimentos

L iteralmente aprendi que todos somos diferentes mas não desiguais

A mor incondicional é o que sentimos por nosso filhos

U niu forças para superarmos momentos difíceis

D eu iniciu a metamorfose  de uma familia para muitos ganhos

I nsentivou-me a lutar por ideais que  jamais  achei que pudesse

O lho no olho me fez acreditar que tudo era possível

Acreditar sempre,  esmorecer sim, desistir NUNCA!

Caso tenha interesse, você pode se inscrever na nossa lista e ser notificado sobre as próximas publicações da categoria Síndrome de Down. Para isso, basta deixar seu e-mail no campo abaixo:

Lisabeth Aleoni Arruda criança e saúde

Lisabeth Aleoni Arruda é Biomédica e Mãe. Lisabeth compartilha as suas experiências de Mãe através da sua página no facebook chamada “Você Sabia…?“. Tem artigos publicados em revistas como Incluir, Sentidos, Unimed Paulistana e através de palestras “Papos com Mães” realizadas em entidades como Hospital Darcy Vargas, Espaço Pipa de Piracicaba, Emphatiae, entre outros.