O difícil processo de abandonar o cigarro

Na semana mundial de combate ao tabaco, mais do que incentivar fumantes a parar, o foco tem que ser ajudar os que já tem essa intenção a concretizá-la. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a OMS, o tabaco foi responsável pela morte de cerca um milhão de pessoas por ano no último século, um número bastante alarmante. O Levantamento Nacional de Álcool e Drogas registrou uma movimentação dos brasileiros para pararem de fumar, a taxa de fumantes em 2012 foi de 15,6% do total da população brasileira, o que configura 20% menos do que em 2006. O primeiro passo para largar o vício é optar por isso, depois disso é necessária uma força de vontade muito grande para superar todos os problemas que surgirão no caminho.

Para os fumantes assíduos a recomendação de especialistas é que a interrupção do uso seja gradual, e se necessário com auxílio de outros métodos, como o chiclete ou o adesivo de nicotina. Já para os fumantes de grau leve, a melhor opção é cortar o uso e segurar com o foco a tentação de recorrer ao cigarro.

A nicotina demora cerca de um mês para sair do organismo, é nesse período que acontecem as crises de abstinência, o único sintoma que costuma persistir por mais tempo é o aumento do apetite.

No processo para deixar o hábito, é importante evitar o álcool e a cafeína, que são substâncias que aumentam a vontade de fumar. Quando a vontade aparecer é importante se distrair, mascar um chiclete ou beber água, a prática de exercícios físicos também tem papel importante nesse processo.

Hoje em dia, existem até aplicativos que auxiliam os fumantes a largar o vício. Com diferentes abordagens os apps são mais um uso da tecnologia em prol da saúde. Um deles foca em quanto o fumante economiza em tempo e dinheiro ao deixar o cigarro de lado, tem os que focam em estimular o usuário através de seus próprios motivos para parar de fumar e os que mostram gráficos e estatísticas de quanto estão deixando de ingerir de nicotina e etc.

Ao contrário do que dizem por aí, parar de fumar não é apenas força de vontade, é uma luta difícil e dolorosa, mas que com certeza vale o esforço para levar uma vida mais saudável e preservar o  bom funcionamento organismo.

Deixo para vocês um link de um vídeo do Dráuzio Varela,  para incentivar e explicar um pouco sobre o vício. Boa sorte aos que estão nessa batalha!

beatriz rossello criança e saúde jornalista

Beatriz Rossello é estudante de comunicação, ex-atleta profissional e sonhadora por natureza, sempre quis mudar o mundo. Viu no jornalismo uma oportunidade de fazer a diferença na vida das pessoas. Acredita no uso das palavras como ferramenta para instruir, confortar e traduzir os sentimentos.